A.·. A.·.
Menu » Estudante » Biografias » Belarion
A+-
Estudante

Biografias

Belarion

 

" Espero por você na Cidade das Pirâmides."

Belarion, o Anticristo

 

Cientista de renome e magista, o americano Jack Parsons foi o que poucos ocultistas foram em toda história: um verdadeiro praticante.

Pena que sua habilidade como magista era inversamente proporcional à de homem da ciência.

Como cientista, contribuiu com a corrida espacial, desenvolvendo combustíveis para foguetes. Seu trabalho foi tão importante, que uma cratera na lua recebeu seu nome. Apropriadamente, no lado escuro. Como magista, realizou um feito fantástico: diz ter invocado Babalon.

Nascido em 2 de Outubro de 1914 na cidade de Los Angeles, Parsons entrou para a A.·. A.·. e a O.T.O na Califórnia, E.U.A. em 1939, sob o motto "Thelema Obtentum Procederto Amoris Nuptiæ " (Alcançar Thelema Através das Núpcias do Amor ).

Em 1946 foi introduzido no IX° O.T.O por seu instrutor Frater 132, o "deus" encarnado, junto com os Frati SATVURNVS e 666.

Perdeu duas esposas para os amigos da ordem, Frater 132 e L. R. Hubbard (fundador da Cientologia) O fracasso com as mulheres, somado a características reprimidas em sua criação, o faz falhar numa ordália de Homem da Terra e toma uma decisão: invocar Babalon. O ato mágico serviria para exteriorizar seu Complexo de Édipo e para satisfazer seu desejo de produzir extraordinários efeitos mágicos. Através de chamados enoquianos, Parsons iniciou um ritual em Janeiro de 1946 e, em 27 de Fevereiro, no deserto do Mojave, recebe Liber 49, O Livro de Babalon.

Escreveu a Crowley sobre seu feito, mas a Besta o repreende severamente, pois Parsons não sabia com o que estava se metendo. Ele próprio se considerava o Filho da Besta, expondo sua forte carência, fazendo tudo para sera aceito como tal por 666, que o achava um idiota. Baseado na mensagem recebida de Babalon, decide manifestar a entidade neste plano, gerando uma Filha de Babalon. Logo em seguida ela se manifesta na forma de Majorie Cameron. Casaram-se em 1946.

Perde sua fortuna ao longo dos anos, bem como sua reputação de cientista é abalada. Em 1948, realiza Juramento do Abismo, assumindo o grau de Magister Templi sobre o motto, Belarion. Em 1949, escreve O Livro do Anticristo, tal manifesto continha uma severa crítica a religião cristista e a confirmação do poder da Besta 666 e sua Mulher Escarlate Hilarion.

Parson disse que seria uma "Chama Viva " ante a encarnação de Babalon. Foi a sua mais sinistra profecia: morreu horrivelmente, em 17 de Junho de 1952, numa explosão de seu laboratório: ainda sobreviveu por mais uma hora com o corpo todo queimado.

 

Keron-E

topo